Data: 27 de junho de 2019

6 dicas para deixar a preguiça e treinar no tempo frio

Sabemos que no inverno é a época que todo mundo fica desanimado e com preguiça de ir treinar, por conta do frio. Inclusive é a época que as academias fazem várias promoções para tentar motivar as pessoas, mas nem sempre é o bastante para fazer você largar o sofá quentinho pra ir treinar. Por isso, separamos algumas dicas para você espantar de vez a preguiça e não deixar de treinar mesmo no frio.

1. Faça um bom alongamento para aquecer o corpo

O aquecimento e o alongamento preparam o corpo para receber os exercícios, por isso é super importante não ignorar essa etapa, principalmente no frio. Além de ajudar a esquentar o corpo e espantar o frio. Fazendo 10 minutos de aquecimento, já o suficiente para que seu corpo esteja preparado para o treino.

2. Mude o horário do treino / Durma mais

Sabemos que não é fácil mudar o horário do treino por conta da rotina e tudo mais. Porém, se você tiver essa possibilidade, faça isso! Procure treinar nos horários menos frios do dia, assim você se sente mais motivado para ir treinar. Além disso, procure dormir entre 1h e 2h a mais do que está acostumado, assim você irá se sentir mais descansado e revigorado para o treino.

3. Fique bem agasalhado

Fique bem agasalhado para seu corpo não sinta muito frio. Até mesmo para aquecer fique com uma blusa leve e depois tira conforme o corpo for esquentando. E não se esqueça de sair do treino agasalhado também, pois lá fora a temperatura estará bem fria e diferente do ambiente do treino.

4. Hidrate-se e não fique sem comer

Todo mundo acaba descuidando um pouquinho da hidratação no frio, bebendo menos água. Mas não esqueça que se hidratar é também uma etapa muito importante. No friozinho, você também pode investir em chás de diversos sabores e frutas com bastante água. Além disso, não fique sem comer por muito tempo, pois no frio nosso corpo gasta mais energia pra tentar se manter aquecido. Por isso, não pule refeições.

5. Procure estímulos pra te animar

Que tal fazer umas aulas de dança, chamar um amigo pra treinar com você, fazer uma playlist bem animada para te acompanhar no treino ou até mesmo fazer um treino diferente. O importante é você se estimular para se manter animado e motivado.

6. Pense no pós-treino

Procure fazer coisas prazerosas depois do treino, como tomar um banho bem quentinho e relaxante, ou até mesmo preparar um caldo quente, uma sopa para repor as energias, assistir um filme que você gosta, etc. O importante é ter uma motivação.

Prontinho! Com essas dicas agora ficou fácil espantar a preguiça de treinar no frio, não é mesmo!?

Gostou? Deixa seu comentário com qual dica você gostaria de receber da Kobber!

Data: 17 de maio de 2019

5 dicas para você emagrecer de um jeito saudável

Todo mundo quer dicas para emagrecer, mas nem todos lembram que é preciso cuidar da nossa saúde em primeiro lugar. Ter hábitos saudáveis, uma alimentação balanceada, praticar atividades físicas, dormir bem e muitas outras coisas que influenciam na sua qualidade de vida. Comer bem parece difícil, mas na verdade é muito mais prático e econômico. Confira nossas dicas para te ajudar com hábitos mais  saudáveis.

  1. Não fique sem comer

Aquela história de se alimentar de 3 em 3 horas não é mentira. Para que seu corpo se mantenha ativo com o metabolismo trabalhando – queimando calorias – é preciso que você não fique muito tempo sem se alimentar. Caso contrário, o corpo vai entender que ele precisa poupar energia para se manter funcionando enquanto você não ingere novos alimentos, com isso ele armazena gordura. Mas lembre-se: você precisa comer pouco e de maneira saudável de 3 em 3 horas. Por isso, faça um plano alimentar para o seu dia, balanceando frutas, verduras, legumes, carboidratos e proteínas de acordo com cada refeição e pequenos lanches.

  1. Escolha alimentos integrais

Substituindo alimentos normais pela sua versão integral, você já irá se sentir bem mais leve e disposto. Pois os alimentos integrais além de serem mais saudáveis, eles possuem mais fibras e isso ajuda no bom funcionamento do intestino, controla o colesterol e ajuda a ter mais saciedade. Os alimentos integrais contêm vários nutrientes e são ótimos para manter a glicemia baixa (açúcar no sangue).

  1. Coma sem pressa e mastigue direito

É importante lembrar que nosso organismo demora um tempo para processar os alimentos e entender que já está satisfeito. Por isso, comendo com pressa e não mastigando direito, o corpo não absorve totalmente os nutrientes e demora a entender que está satisfeito, com isso você acaba comendo uma quantidade maior do que deveria. Sempre reserve no mínimo 20 minutos para suas refeições, mastigue bem os alimentos e não ingira líquidos enquanto come, pois o líquido atrapalha no processo digestivo dos alimentos. Beba somente 30 minutos antes ou 60 minutos após as refeições principais.

  1. Coma salada primeiro

Essa é uma dica importante que poucas pessoas fazem: comer a salada antes da refeição. Monte um prato bem bonito com uma boa variedade de verduras e legumes e coma uns 15 minutos antes da refeição. Dessa forma, você ingere mais alimentos naturais e o seu corpo vai ter mais saciedade. Sendo assim, a quantidade que você irá ingerir na refeição será menor. E aos poucos o seu corpo vai acostumar a não exagerar na hora da refeição.

  1. Prefira alimentos naturais

Aquela velha frase é a mais pura verdade: se você quer emagrecer, descasque mais e desembale menos. Alimentos naturais devem sempre ser prioridade na hora de se alimentar. Sabemos que a correria do dia a dia é grande, por isso não tem problema contar com ajuda de produtos naturais embalados. Mas tome cuidado! Sempre fique atento para no rótulo para saber se realmente possuem mais nutrientes do que conservantes e açúcares.

Dica Extra: Tenha o acompanhamento de um especialista

Sabemos que se reeducar e organizar sua rotina com os novos hábitos alimentares não é uma tarefa fácil. Além disso, cada corpo é único e possui determinadas necessidades. Por isso, não arrisque fazendo dietas malucas ou pegando a dieta da amiga pra você. Lembre-se: cada pessoa possui uma necessidade diferente. E para te ajudar nisso, conte com o acompanhamento de um especialista. Com certeza vai fazer toda diferença pra sua saúde e pro seu emagrecimento saudável.

Prontinho! Aplicando todas essas dicas na sua rotina de forma frequente, você estará passando por uma redução alimentar, e isso fará toda diferença no seu corpo, na sua saúde e na sua qualidade de vida.

Gostou? Deixa seu comentário com qual dica você gostaria de receber da Kobber!

Data: 29 de abril de 2019

Mitos sobre consumo de proteínas

Dietas baseadas em consumo de proteínas estão cada vez mais frequentes no dia a dia das pessoas que desejam emagrecer, porém o que muitas pessoas não sabem, é que temos uma quantidade adequada para consumir proteínas e não prejudicar a nossa saúde.

A maioria dos brasileiros seguem uma dieta ocidental – carregada de carne e produtos lácteos – consomem cerca de duas vezes a quantidade de proteína necessária, incluindo quantidades excessivas de gordura saturada e colesterol, presente em carnes vermelhas principalmente, que se consumida em excesso, pode aumentar o risco de desenvolver câncer, pois aumenta a produção dos radicais livres (elementos que podem levar ao câncer) . Já dietas à base de vegetais – ricas em feijão e verduras – possuem fontes de proteína com nutrientes benéficos que ajudam a saúde do nosso corpo.

Além disso, o consumo exagerado de proteína pode causar uma sobrecarga nos sistemas renal e hepático. Essa proteína pode ser acumulada em forma de gordura se não for utilizada pelo organismo.

Confira alguns dos mitos mais comuns relacionados ao consumo de proteínas.

  • Aumentar o consumo de proteínas emagrece e faz os músculos crescer

Depende muito, pois a proteína fornece uma sensação de saciedade diminuindo a fome e o consumo de alimentos, e isso causa o emagrecimento, além de aumentar a construção de massa muscular (se for aliada com exercícios físicos). Porém, o consumo de proteínas só terá efeito emagrecedor se forem proteínas magras e se houver redução na ingestão de carboidratos, gorduras e produtos industrializados que prejudicam a dieta. Lembrando também, de não consumir proteínas em excesso, para não prejudicar a saúde.

  • Veganos não conseguem a quantidade certa de proteína

Um grande mito, pois os veganos podem sim obter a quantidade certa do proteínas através de uma dieta balanceada com fontes vegetais, como: feijão, grão-de-bico, lentilha, shimeji, shitake, quinoa, brócolis, etc.

  • Ovo aumenta o colesterol

Mito! O ovo é um alimento super completo, que concentra muitos nutrientes benéficos e essenciais. O seu consumo é recomendado em 3 ou 4 vezes por semana, sendo uma média de 2 ovos por dia. Porém, a melhor maneira de consumir o alimento é cozido, para absorver todos os nutrientes sem adicionar gordura (como por exemplo quando ele é frito).

  • Pode comer proteína à vontade

Muitas pessoas pensam que como a proteína ajuda a construir músculo, então ela pode ser consumida à vontade, porém isso é um mito! De acordo com o seu peso e nível de atividade física, existe um valor aproximado de proteínas para se consumir no dia a dia, para cada pessoa. Lembrando que a carne vermelha, por exemplo, fornece juntamente com a proteína, uma quantidade de gordura saturada, o que não é bom para o nosso corpo.

Segundo a nutricionista clínica e esportiva Bruna Burti, a quantidade ideal de proteína para uma pessoa sedentária seria cerca de 1g de proteína por quilo do peso corporal. Se a pessoa for praticante de atividades físicas, o valor seria entre 1,4g e 1,6g por quilo. E se o objetivo for ganho de massa magra, o número seria de até 2g.

  • Shakes de proteína são a única opção no pós-treino

Os shakes são uma opção prática e de rápida absorção no organismo. Porém, em falando de qualidade, você também pode consumir alimentos que possuem grande quantidade de proteína, como: frango, ovo, vegetais ou uma barra de proteína. Todas são ótimas opções para o seu pós-treino.

Conheça nossa linha de barras de proteínas: https://kobber.com.br/categoria-produto/barras/barras-protein/

Conheça também nossa linha de Super Grãos, para potencializar a proteína das suas refeições: https://kobber.com.br/categoria-produto/super-graos/

 

Data: 25 de março de 2019

Pão Low Carb de Linhaça feito no Microondas

Que tal uma receita light, nutritiva e rica em proteínas para tornar o seu café da manhã ainda mais saboroso? Temos uma receita de pão low carb de linhaça super prática, pois é feita no micro-ondas em apenas 6 minutos.
É uma ótima opção para quem quer ter uma alimentação mais saudável e emagrecer, sem perder o costume de comer um pãozinho quentinho no café da manhã.

Vamos a receita!

Ingredientes

  • 2 Colheres (sopa) de Iogurte Grego Natural
  • 2 Colheres (sopa) de Farinha de Linhaça
  • 1 Colher (café) de Fermento em pó
  • 2 Ovos
  • 1 Pitada Sal

Instruções

  1. Em um bowl, coloque todos os ingredientes e mexa até que forme uma massa bem homogênea. Se a consistência da massa ficar muito mole, coloque um pouco mais de farinha de linhaça. A mistura deve ser cremosa.
  2. Despeje a massa em uma forminha de silicone média, ou em um recipiente que possa ir ao micro-ondas
  3. Leve ao micro-ondas por 1 minuto. Depois coloque de 20 em 20 segundos até que fique firme e comece a desgrudar da forma. Não deixe dourar muito, é só até o ponto que fica na consistência de um pãozinho.

Já conhece as opções de linhaça Kobber? Elas vão deixar sua receita ainda mais saborosa e nutritiva! Confira as opções e escolha a que você mais gostar: https://kobber.com.br/categoria-produto/super-graos/

Gostou da receita? Deixe seu comentário sobre quais dicas você quer ver aqui no nosso blog! 😉

X