whatsapp

Data: 4 de dezembro de 2020

O que comer em uma dieta sem glúten?

A dieta sem glúten consiste em retirar essa proteína da alimentação diária. Você sabia que cerca de 2 milhões de brasileiros têm intolerância ao glúten? O glúten é um composto de proteínas de armazenamento chamadas prolaminas e glutaminas, que se unem ao amido no endosperma das sementes de vários cereais, como o trigo, cevada e centeio.

 Os celíacos são pessoas com intolerância à proteína que não conseguem digeri-la e absorver os seus nutrientes. Ou seja, o resultado é a inflamação no organismo, causando desconforto intestinal, inchaço e dor abdominal. Portanto, essas pessoas precisam retirar o glúten da dieta.

Mas, além dos celíacos, nos últimos anos, a dieta sem glúten ganhou destaque para o grande público como uma opção de emagrecimento. Nesse caso, para eliminar peso não é preciso retirar todo o glúten da alimentação. O mais importante é diminuir a ingestão de carboidratos simples e açúcares que estão presentes em pães, pizzas, bolos e cerveja, por exemplo. 

Para entender melhor o assunto e conferir dicas de substituições, confira este conteúdo! 

Quais os principais alimentos de uma dieta sem glúten? 

O glúten é uma proteína vegetal presente no trigo, aveia, centeio, cevada, malte e, consequentemente, em todos os seus produtos derivados, como bolos, pães, pizza, massas e cervejas. Olhando assim parece ser uma dieta restritiva, mas atualmente já há opções equivalentes, principalmente farinhas, que substituem bem os alimentos com glúten. Confira uma lista de alimentos que são boas opções para uma dieta sem glúten.

  • Arroz e seus derivados (farinha de arroz);
  • Milho e seus derivados (farinha de milho, fubá e amido de milho);
  • Batata (fécula de batata);
  • Mandioca (farinha de mandioca, polvilho azedo, polvilho doce, tapioca);
  • Farinhas de amêndoa, coco, quinoa;
  • Frutas;
  • Legumes, verduras e tubérculos em geral 
  • Carnes;
  • Sal e açúcar;
  • Cacau;
  • Gelatina;
  • Café; 
  • Óleo e azeite;
  • Leite e seus derivados.

Quais as opções para refeições diárias? 

Café da manhã: tapioca com queijo e suco de laranja com chia;
Lanche da manhã: barra de nuts;
Almoço: Arroz, filé de frango grelhado, batata doce e salada de alface, agrião, tomate com granola;
Sobremesa : Fitty zero de cocada e chocolate;
Lanche da tarde: Vitamina de banana com linhaça;
Jantar: spaghetti de legumes acompanhado com quibe de quinoa.

Para os celíacos, é importante sempre estar de olho nas informações das embalagens, pois há produtos que podem conter traços de glúten, pois esses alimentos são processados em máquinas que farinha de trigo, centeio ou cevada também são processados.

Dessa forma, podemos concluir que há muitas opções deliciosas e nutritivas que podem ser utilizadas em qualquer refeição em substituição ao glúten. Assim, seja você é intolerante ou apenas está buscando eliminar essa proteína da sua dieta, há uma vasta opção de alimentos naturais e industrializados que podem ser substitutos.

A Kobber, por exemplo, possui vários produtos fabricados sob rigorosos critérios de qualidade para garantir um produto seguro e gostoso para os intolerantes e sensíveis ao glúten. Há opções de granolas, barras de cereal, doces fit, super grãos e super frutas. Acesse nosso site e faça seu pedido agora mesmo!

X