whatsapp

Data: 12 de janeiro de 2021

Como aumentar o consumo de proteína?

Quem pratica atividades físicas já deve ter ouvido falar da importância da ingestão de proteínas para melhorar o ganho de massa muscular. A proteína é uma molécula formada por aminoácidos que possuem o papel de desenvolver as células e tecidos, e construir e manter os órgãos saudáveis. 

Mesmo que você não tenha foco em ganho de massa muscular, a ingestão correta da quantidade de proteína é fundamental para manter o corpo saudável. Para entender melhor sobre esse nutriente e conferir algumas dicas de alimentos, leia nosso conteúdo até o final!

Por que é importante ingerir proteínas? 

O organismo usa os aminoácidos das proteínas que ingerimos para desempenhar suas funções. Portanto, para ter uma produção saudável de hormônios e manter os músculos e tecidos saudáveis, é preciso ingerir alimentos com alto teor proteico. O consumo ideal de proteína também contribui com a produção de anticorpos, mantendo a pele e os cabelos mais saudáveis e os hormônios em equilíbrio.  

As proteínas mais conhecidas são as de origem animal, como carnes, leite e ovos. Porém, as proteínas de origem vegetal também oferecem componentes importantes para a dieta. Alimentos como a soja, grão-de-bico, lentilha, castanhas, amendoim e frutas cítricas possuem boa quantidade de aminoácidos lisina, leucina e arginina que são importantes para o funcionamento do corpo. 

Como aumentar o consumo de proteína? 

Muitas pessoas não ingerem a quantidade indicada de proteína, pois não sabem ao certo quais alimentos possuem esse nutriente ou como colocá-los na dieta. Segundo nutricionistas, o valor indicado é, em média, 55g para homens e 45g para mulheres. 

Os alimentos que podem ser associados na sua dieta e que possuem mais proteínas a cada 100g de alimento são: carne de frango, boi e porco, queijos em geral e ovo. Dos alimentos de origem vegetal temos a soja, quinoa, lentilha, tofu e feijão. 

No caso das pessoas que praticam exercícios, alguns cientistas alertam que consumir proteína logo após o treino é o que garante o crescimento muscular. Nestes casos, optar por barras de proteína pós-treino pode ser interessante. As barras da Kobber, por exemplo, possuem 12g de proteína, além de vitaminas e sais minerais. 

Portanto, aumentar o consumo de proteína diário é fundamental para garantir o bom funcionamento do corpo. Apesar de existir uma série de alimentos naturais ricos em proteínas, a suplementação também é interessante para quem não consegue manter os níveis diários em dia. Gostou do nosso conteúdo? Acesse nosso blog e confira outras dicas. 

Data: 12 de janeiro de 2021

Como preparar a quinoa?

Você sabe preparar a quinoa? A quinoa é conhecida por ser um grão poderoso para a saúde. A espécie do grão é nativo do Peru, Bolívia, Equador e Colômbia e passou a ser consumida pelo ser humano a mais de 4000 anos. Essa semente pode ser encontrada nas cores branca, preta ou vermelha e é rica em proteínas e fibras. Ela também possui magnésio, vitaminas do complexo B, ferro, cálcio, fósforo e antioxidantes.  

O  modo mais conhecido de consumi-la é fazendo saladas, mas esse alimento é versátil e pode ser consumido em outras opções. Para te ajudar a aprender a preparar a quinoa, separamos o passo a passo e algumas dicas de receitas. Confira! 

Benefícios da quinoa 

A quinoa possui alto teor de proteínas e aminoácidos, que facilitam a regeneração dos tecidos. Ela também possui altas quantidades de fósforo, magnésio e cálcio que são essenciais para a saúde óssea, principalmente, para mulheres no período da menopausa. Por possuir antioxidantes, ômega 3 e 6 e vitaminas C e E, ela também é beneficial para a imunidade e colesterol. 

Esse alimento também é uma boa opção para quem tem dietas restritivas, como os diabéticos e celíacos. Para quem tem diabetes, o índice glicêmico do cereal é baixo, ou seja, não provoca picos de açúcar no sangue. No caso dos celíacos, a quinoa não possui glúten, podendo substituir a farinha de trigo em diversas receitas, tanto doces quanto salgadas.

Passo a passo para preparar a quinoa 

Esse alimento pode ser encontrado em grãos ou ser triturado e se tornar uma farinha. No caso dos grãos, eles devem ser cozidos e podem ser incrementados com outros ingredientes. No caso das farinhas, elas servem como ingredientes para pães, bolos e muffins integrais e mais saudáveis. 

Para fazer a quinoa em grãos, primeiramente, você deve lavá-la muito bem para retirar o fitato, pois em excesso ele pode prejudicar a absorção de minerais, como ferro e zinco. A melhor maneira de lavá-la é com a ajuda de uma peneira. Depois, na hora de cozinhar, não coloque muita água. A proporção ideal é uma xícara de quinoa para duas xícaras de água. Tampe a panela e deixe cozinhar por 15 minutos. O ponto correto é quando ela está macia e  transparente. 

Após cozinhar, você deve escorrê-la para retirar todo excesso de água. Utilize a mesma peneira que você usou para lavar a quinoa. Volte os grãos para a panela e deixe descansar por 15 minutos, o calor vai ajudar a secar e deixá-la mais macia. 

Como consumir a quinoa?

Para consumi-la, há várias opções. Você pode utilizar a quinoa como substituto do arroz e refogá-la com alho, por exemplo. Ela também vai muito bem em uma salada com uva passas, queijo branco, hortelã, cenoura e tomate ou ainda substituto da carne para os vegetarianos e veganos, sendo ingrediente principal de hambúrgueres ou quibes.

Mas, além dessas opções tradicionais para almoço ou jantar, a quinoa também pode ser consumida como um cereal matinal. Basta misturá-la com leite ou iogurte e frutas. Essa opção é uma maneira de acrescentar proteína e ferro ao café da manhã. Além desta, a quinoa também pode ser misturada em sucos e vitaminas, adicionando uma dose extra de proteínas aos demais nutrientes das frutas.

Os flocos de quinoa também podem ser consumidos em mingaus, acompanhado de granola ou sopas acompanhadas de torradas. Como citamos no início do post, a farinha de quinoa serve como substituto para os celíacos ou outras pessoas que desejam eliminar a farinha branca da dieta.

Portanto, podemos concluir que a quinoa é um super grão rico em nutrientes e que pode ser utilizado de várias maneiras nas receitas. Gostou das dicas de hoje? Se você quer colocá-las em prática, acesse nosso site e garanta agora mesmo a quinoa. 

Data: 4 de dezembro de 2020

Saudabilidade e qualidade: conheça os produtos da Kobber

Você sabe a importância da saudabilidade e qualidade? Na hora de ir às compras, os consumidores estão mais preocupados com a qualidade e sabor dos produtos. Na busca por dietas mais equilibradas, as pessoas estão atrás de alimentos mais saudáveis, mas sem deixar de lado a praticidade.

Ou seja, a saudabilidade e a qualidade são pontos buscados pelo consumidor na hora de fazer as suas compras. Por isso, é importante que os representantes de mercados e estabelecimentos busquem por marcas que oferecem esses tipos de produtos. 

A importância da saudabilidade e qualidade dos produtos 


A saudabilidade se refere à mudança de hábitos alimentares e a busca por mais qualidade de vida. O aumento da expectativa de vida também contribuiu para a propagação da ideia de que investir em alternativas voltadas para o bem-estar é interessante. É possível notar que as pessoas estão prezando por produtos melhores. Assim, mesmo que eles sejam mais caros, a qualidade e a saudabilidade são pontos primordiais. 

Com essa tendência, várias oportunidades de negócios estão surgindo, principalmente, no setor de alimentos. Alimentos funcionais, sem conservantes, produtos voltados para dietas e controle do peso, produtos naturais e orgânicos não apenas ganham espaço nas gôndolas de supermercado como também movimentam empreendimentos exclusivamente voltados para eles. Assim, é importante que os responsáveis por levar esses produtos até o consumidor final conheçam as marcas e linhas existentes que prezam pela qualidade e saudabilidade. 

Conheça os produtos da Kobber


A Kobber possui linhas de produtos que complementam e dão sabor ao seu dia de forma mais nutritiva e saborosa. Temos uma equipe multidisciplinar qualificada que está constantemente pesquisando novas tendências, tanto alimentares quanto tecnológicas, para ampliar nossa linha de produtos, sob os critérios mais rigorosos de qualidade, seguindo as boas práticas de fabricação. Conheça alguns produtos: 

Granola tradicional

Quem consome a Granola tradicional da Kobber sabe que ela é a mais gostosa e mais crocante.  É a única feita com Floko.Mix, um composto de 5 cereais — trigo, arroz, aveia, milho e cevada — cuidadosamente combinados com uma rica seleção de ingredientes proporcionando uma alimentação saudável e balanceada. Além da versão tradicional, também trabalhos com a opção Light, Banana e Mel, Cacau Light, Maçã e Canela Light e Zero. 

Cookies Crumbs e Cookies powder 

Você já conhece os nossos 2 lançamentos? Além de terem um sabor incrível, eles são baixos em sódio!⠀Os Cookies Crumbs são pequenos pedaços de cookies deliciosos e os cookies powder é o biscoito em pó.  Essas opções são perfeitas para toppings de sorvetes, bolos e milk-shake e estão disponíveis nos sabores: baunilha e chocolate.

Barra Protein 

Outra linha bastante alinhada com a qualidade e a saudabilidade é a linha de Barra Protein. Disponíveis nas versões Cookies & Cream, Chocolate Brownie e Mousse de Morango. A linha foi cuidadosamente desenvolvida para proporcionar uma combinação ideal de proteínas com fonte de vitaminas e minerais. 

Doces fit

Os doces fit também são bons produtos para disponibilizar no seu estabelecimento. A linha Fitty Zero da Kobber é uma boa opção para quem não quer sair da dieta. Sendo assim, é possível comer um doce delicioso sem culpa. São 6 sabores disponíveis — Bananada, Cocada com Chocolate, Fondant de Leite, Mousse de Limão com Chocolate, Paçoca com chocolate e Pé de Moça — que nem parecem ser sem açúcar, sem glúten e baixo sódio.

Família Zero

A linha de produtos Zero é para aqueles que querem controlar o consumo de açúcar. Sabemos que não é fácil cortar o açúcar, mas essa mudança traz uma série de benefícios para o organismo, saúde e disposição.  Nessa linha, destacamos a barra Torta de Chocolate ZERO Classic que possui formulação tão deliciosa que você não dirá que não tem açúcar. Uma ótima alternativa para quem busca sabor e qualidade e ainda cabe no bolso.

Ou seja, é possível encontrar marcas parcerias que ofereçam saudabilidade e qualidade e a Kobber é uma delas. Se você quer conhecer melhor nossos produtos e condições de entrega, entre em contato agora mesmo pelo site ou pelo WhastApp  (11) 98415-5183. 

Data: 4 de dezembro de 2020

Por que você deve investir em uma dieta rica em fibras?

Você já tem uma dieta rica em fibras? Como sabemos é importante buscarmos nas refeições uma variedade de nutrientes para que a nossa alimentação seja a mais saudável possível. Assim, precisamos comer a quantidade adequada de proteínas, carboidratos, lipídeos, vitaminas, minerais e fibras.  

No caso das fibras, elas podem beneficiar o organismo de inúmeras maneiras. Além de serem ótimas para a prevenção de doenças crônicas, como diabetes e doenças do coração, elas ajudam na sensação de saciedade e contribuem para o controle do peso. Para conferir os benefícios e ver alguns alimentos que possuem fibra, leia o post até o final. 

Qual a diferença entre fibras solúveis e insolúveis? 

As fibras são polissacarídeos, polímeros de carboidratos, presentes em alimentos de origem vegetal. Esse nutriente não é digerido no trato gastrointestinal e nem é absorvido pelo organismo, mas a fibra possui uma função estratégica para garantir um bom funcionamento do sistema digestivo. 

As fibras solúveis são o tipo mais comum e são encontradas em frutas, verduras, legumes, farelo de aveia, feijão, lentilha e grão-de-bico. Esse tipo de fibra forma um gel viscoso quando em contato com a água e contribui para a saciedade, diminuindo a velocidade da absorção da glicose. Já as fibras insolúveis contribuem para o funcionamento intestinal, evitando a constipação. Elas são encontradas em cereais integrais, verduras folhosas e sementes. 

Quais os benefícios de uma dieta rica em fibras? 

Como citamos no início do conteúdo, uma dieta rica em fibras traz diversos benefícios à saúde. Primeiramente, o grande benefício é em relação à saúde intestinal. As fibras oferecem proteção contra constipação e reduzem o risco de doenças, como diverticulite e câncer de cólon. 

Além disso, a fibra favorece a absorção dos nutrientes e aumenta a imunidade. Como ela dá sensação de saciedade, há possibilidade de perda e/ou manutenção do peso. Por fim, as fibras ajudam no controle do colesterol no sangue, contribuindo para diminuição do LDL, considerado como ruim, e colabora com o aumento do HDL, considerado como bom. 

Quais os alimentos ricos em fibras?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a quantidade recomendada de ingestão de fibras para um adulto é de 20 a 30g diariamente. Uma pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência, revelou que dos 78% dos brasileiros pesquisados ingerem fibra diariamente. Contudo, eles só conseguem ingerir cerca de 17g, ou seja, quase metade do valor indicado.

É importante ressaltar que com o consumo de fibras deve haver um alto consumo de água, pois eles trabalham em conjunto, favorecendo o funcionamento intestinal. Para te ajudar a ingerir os alimentos corretos, confira essa lista: 

Leguminosas

  • Feijão: uma concha possui 8 g de fibra.
  • Ervilha e grão-de-bico: uma concha possui 5 g de fibra.
  • Quinoa: uma porção de 100g possuem 3g de fibra. 

Verduras

  • Folhas cruas: um punhado de folhas, como alface, agrião ou rúcula possui 1 g de fibra.
  • Vegetais cozidos: duas colheres de sopa de brócolis, espinafre ou couve possuem 1 g de fibra.
     

Legumes

  • Batata-doce cozida: uma unidade média possui 6g de fibra.
  • Cenoura ou beterraba crua: uma unidade média possui 3g de fibra.
  • Abóbora: 100g possuem 2 g de fibra.

Grãos, sementes e cereais integrais

  • Aveia e granola: uma porção de 100g possui 9,5g de fibra. 
  • Farelo de trigo: duas colheres de sopa possuem 7g de fibra.
  • Grão de soja: uma porção de 100g possuem 6g de fibra.
  • Milho-verde uma espiga possui 3g de fibra.
  • Linhaça: uma colher de sopa possui 3g de fibra.

Frutas

  • Goiaba: uma unidade possui 5g de fibra.
  • Abacate: 100g possuem 4g de fibra.
  • Pera: uma unidade média possui 2,5g de fibra.
  • Maçã com casca: uma unidade possui 2g de fibra.
  • Banana: uma unidade possui 2g de fibra.

Assim, para potencializar a ingestão das fibras você deve criar um cardápio que consiga atender grande parte desses alimentos. Além disso, você pode fazer receitas que levem alguns desses ingredientes. 

Portanto, investir em uma dieta rica em fibras é importante para a manutenção da saúde. Adicione alimentos ricos em fibras na sua dieta e não esqueça de ingerir bastante água. Se você gostou desse conteúdo e quer conferir outros posts como esse, acesse nosso blog! 

X