whatsapp

Data: 7 de outubro de 2021

Alimentação na primavera: O que você pode comer?

É primavera… a estação do ano mais colorida e eu pelo menos quando ouço falar em primavera logo me vem à mente a música do saudoso Tim Maia “É primavera…” aposto que você leu cantando e completou o restante da música, não é mesmo?

Bem, a penúltima estação do ano traz consigo, um clima ameno. Essa época é a preferida de muitas pessoas, pois é quando a natureza fica mais colorida com flores e não é tão quente como o verão e nem frio como no inverno e por conta disso, é a estação perfeita para fazer atividades ao ar livre, claro que com todo o cuidado devido à pandemia da COVID-19. 

Não sei se você sabe, mas as flores que se abrem na primavera são responsáveis pela reprodução de 230 mil espécies de plantas floríferas  e que a palavra “primavera” em latim quer dizer “boa estação” e que há muito tempo, o ano era dividido em duas partes: “veris”, que é “bom tempo, e “hiens” que é “mau tempo”. E somente a partir do século XVII que o ano foi dividido nas quatro estações que conhecemos hoje. Interessante, não é mesmo?

A primavera é um despertar da natureza e com ela os alimentos também crescem e nos presenteiam com uma variedade de pratos coloridos e diversificados tornando sua rotina alimentar ainda melhor!

Durante esse período o tempo fica mais quente, então o ideal é incluir na sua rotina alimentos mais frescos e ter uma alimentação mais leve para facilitar a digestão, pois como mencionamos o tempo é mais quente e seco o que acaba exigindo mais esforço do nosso organismo. Dê preferência para alimentos cozidos a vapor, grelhados e assados e sempre que puder, inclua frutas e legumes. E não se esqueça da hidratação, nessa época é essencial.

Aproveite a estação colorida e cheia de energia para mudar velhos hábitos. Para te ajudar, separamos 3 dicas e cuidados para manter uma alimentação equilibrada durante a estação. Veja só:

1.Se hidrate: consuma sucos naturais, água de coco, limonadas e se hidrate bastante com água.

2.Controle os doces: sabemos que isso é uma tarefa difícil, ainda mais quando acabamos de sair da estação mais fria e que pede sempre um docinho, mas se não resistir aos doces, fique tranquilo(a) que existem as opções mais saudáveis, como: Doce Fitty Zero e Fruta de bolso que cá entre nós é uma delícia! Você precisa provar.

3.Se alimente a cada três horas: é essencial ter uma rotina alimentar saudável e se alimentar com intervalos a cada três horas é o ideal para não acabar consumindo besteiras, nessas horas você pode optar por barras de cereaisbarra de Nuts. São super saudáveis e são ideais para esses momentos.

Alimentação na primavera

 

Descubra o que você pode comer e o que evitar.

O segredo aqui é consumir os alimentos da estação, e se possível os alimentos orgânicos. Por isso, selecionamos alguns alimentos que você pode comer sem culpa e os que devem ser evitados Assim você aproveita o melhor da estação. Confira!  

  1. Abacaxi pérola: rico em vitaminas A, B1 e C é um ótimo aliado da imunidade e muito benéfico para a saúde dos olhos;
  2. Laranja-lima: também rica em vitamina C é perfeita para a prevenção de gastrite;
  3. Caju: a fruta tem 5 vezes mais vitamina C do que sua colega laranja, que para o sistema imunológico é uma super proteção. Além disso, a fruta possui baixo teor de gordura o que ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares;
  4. Batata-doce: rica em fibras, ela ajuda a controlar os níveis de colesterol e ajuda na saciedade, ideal para quem quer perder uns quilinhos e, além disso, o tubérculo ajuda a prevenir as doenças cardiovasculares;
  5. Banana: fonte de energia, a banana ajuda a regular a pressão arterial, as taxas de colesterol e previne a anemia. Essa é uma fruta que não pode faltar na sua lista de compras;

Depois de todas essas frutas, não podemos esquecer dos vegetais

  1. Espinafre: se você é fã de carteirinha do Popeye, então fique feliz, pois, a estação é a melhor para o consumo dele. Fonte riquíssima de ferro é perfeita para combater anemias;
  2. Couve-flor: a hortaliça é anti – inflamatória e cicatrizante e, além disso, ajuda no bom funcionamento do cérebro, o que já é suficiente para incluir o alimento na sua alimentação.

 

O que devo evitar?

 

Independentemente da estação em que estamos, devemos evitar os alimentos gordurosos, frituras, cheios de açúcares, não abusar do café e do álcool. Porém, nem sempre isso é possível, por isso consuma pequenas porções e não abuse, pois, o excesso dessas comidas e bebidas podem sobrecarregar o fígado, por isso, consuma com moderação.

Espero que essa pequena lista de alimentos da estação, te ajude a mudar velhos hábitos e você conseguir começar uma rotina alimentar mais saudável e equilibrada. 

Se você quiser ainda incrementar seu cardápio com um superalimento, então saiba que a Granola é rica em fibras e nutrientes que ajudam no bom funcionamento do organismo. E para te dar um help temos um guia com 5 receitas com granola para você incluir na sua alimentação, clique aqui! Aproveite!

Conheça mais sobre nós e nossos produtos. Baixe agora mesmo nosso catálogo de produtos. Acessar catálogo.

Data: 9 de setembro de 2021

Chocolate e seus benefícios: 6 coisas que você não sabia

Chocolate! Chocolate! Chocolate! Eu só quero chocolate…. Aposto que você leu cantando a música do Tim Maia não foi? Ele pode ser amargo, meio amargo, branco, ao leite, com frutas ou até mesmo com biscoitos, não importa. Afinal de contas, quem não gosta de chocolate!

Mas, será que você conhece o chocolate? Esse alimento que é tão adorado pelas pessoas, possui muitas curiosidades e fatos super interessantes. Veja só:

Chocolate e seus segredos

6 coisas que você não sabia

  1. Que o termo chocolate vem do grego que significa “alimento dos Deuses”, isso porque ele ajuda na redução dos níveis de colesterol, ajuda na memória e muito mais;
  2. Que o cacau surgiu primeiro na América do Sul e na América Central? Os Astecas bebiam uma infusão de cacau, pois acreditavam dar energia e que era afrodisíaco;
  3. O chocolate ao leite foi inventado na Suíça por Daniel Peter em 1875, e só após 8 anos ele conseguiu fazer essa delícia e o leite condensado foi um grande aliado na sua criação;
  4. Que o cacau já foi uma moeda de troca na antiguidade? Isso mesmo, os Astecas valorizavam muito a semente de cacau, portanto a usavam como moeda;
  5. Que o chocolate derrete a 34 C, se tornando o único alimento que derrete na boca;
  6. Que a maioria do cacau hoje em dia é crescido na África e que cerca de 70% da produção vem de lá, e 30% dessa produção é feita na Costa do Marfim.

Agora que você ficou por dentro de alguns fatos e curiosidades sobre o chocolate, vamos aos benefícios dessa oitava maravilha do mundo para a saúde.

Tipos e benefícios do chocolate

 

Chocolate amargo e meio amargo

A grande diferença entre esses chocolates é a concentração de cacau, por exemplo, enquanto o chocolate amargo tem entre 60% e 85% de cacau, o meio amargo tem 40% a 55%. Independente de qual você escolher, saiba que eles são ótimos e que ajudam na circulação sanguínea, aumentam o colesterol bom (HDL), além disso, são antioxidantes e ricos em magnésio, selênio e ferro.

Chocolate ao leite

Se tem uma coisa que o chocolate ao leite tem além de ser mais docinho é a sua cremosidade. Por ter uma concentração bem menor de cacau em sua composição isso faz com que ele seja menos benéfico, mas não o mais calórico, já que em sua fórmula ele tem menos gordura hidrogenada.

Chocolate Branco

Muita gente pensa que o chocolate branco é feito de tudo menos de cacau, o que é pura mentira, o chocolate branco é feito através da manteiga de cacau, por isso ele é o mais calórico, mas mesmo assim ele oferece benefícios como: aumenta a imunidade, pois, é rico em antioxidantes, auxilia nas dores de cabeça, pois a dopamina presente em sua composição ajuda a relaxar o sistema nervoso central, sem falar que ele é uma ótima fonte de energia.

Chocolate Ruby

Quando falamos em chocolate ruby o que vem em sua mente? Que ele é branco, preto, ou melhor, que ele tem corante? Se você pensou nisso tudo, já peço desculpas, mas você está errado. Isso mesmo, o chocolate ruby não contém nenhuma adição de produtos químicos para chegar na sua cor, e isso demorou por volta de 10 anos até ser lançado na Suíça.

E assim como qualquer outro chocolate é feito de cacau, contudo, o que muda é o tipo de cacau. A fruta que é utilizada para fazer esse chocolate é o cacau onde as suas sementes são rosadas e isso acontece devido às condições climáticas, como: umidade, exposição ao sol e temperatura, tudo isso faz com que o cacau tenha essa cor em particular.

O chocolate ruby é rico em ácido cítrico, antioxidantes e por ser menos doce, é ideal para quem não pode exagerar no açúcar. Além disso, ele é fonte de vitaminas A e B, e seu sabor é semelhante aos frutos vermelhos.

Independentemente de qual você escolher, todos têm benefícios. No entanto, a chave para consumir sem culpa é comer com moderação, no caso do chocolate, um pequeno pedaço por dia, cerca de 30 gramas está de ótimo tamanho. Se for diabético, procure um especialista para ele poder te orientar sobre a porção ideal.

Dá para fazer dieta e comer chocolate?

 

Se essa é sua dúvida, a resposta é sim! É possível. Mas, lembre-se que a chave para o sucesso é a moderação, ou seja, você não precisa se privar de comer o que você gosta, só precisa não exagerar, e isso serve para tudo na vida.

Quando for consumir o chocolate, tente ingerir de 25 a 30 gramas por dia, o que equivale a um quadradinho da barra. Sei que dá vontade de comer a barra inteira, mas foco! E fica uma dica Kobber aqui, quando optamos por chocolate meio amargo ou amargo as coisas ficam melhores ainda, pois são os mais saudáveis e ricos em antioxidantes o que ajuda a prevenir o acúmulo de gordura.

Quer uma notícia melhor ainda? Ser saudável não precisa ser chato ou deixar de comer o que você gosta, e sim ter uma alimentação mais equilibrada e variada. Por isso, separei para você algumas de nossas barras Kobber que são deliciosas e o melhor: tem chocolate!

Você precisa provar!

Barra de Tapioca Chocolate

Tudo o que você precisa para treinar.

Barra Proteica Chocolate Brownie

Praticidade e sabor para o seu dia a dia.

Barra Brownie com chocolate

Barra de cereal Castanha, Chia, Linhaça e Chocolate Zero açúcar

Barra de cereal Castanhas Tropicais e Chocolate

Barra de cereal Lascas de Coco com Chocolate

Barra de cereal de Morango, Iogurte com Chocolate Branco Light

Barra de cereal Mousse de Limão com Coco e Chocolate

Barra de cereal torta de banana com Chocolate

Barra de cereal de Morango, Cranberry com Chocolate Light

Uma fórmula clássica e com muito chocolate!

Barra de Bolo de Chocolate Classic

Barra de Castanha com Chocolate Classic

Barra de Morango Chocolate Classic

O clássico na versão Zero Açúcar.

Barra Torta de Chocolate ZERO Classic

Curtiu o conteúdo? Então compartilhe em suas redes sociais. Quer conhecer nossos outros produtos? Acesse nosso catálogo digital e descubra todas as nossas delícias! Aproveite, clique aqui.

Data: 19 de julho de 2021

Barra Nuts: melhor ou pior?

Sabe quando chega o último período da faculdade junto com o seu estágio e você para pra pensar que não está comendo nada além de fast food e besteiras?

As barras são uma ótima dica para não ficar com fome, cada vez mais sendo consumidas por pessoas que buscam ter hábitos alimentares mais saudáveis.

Você sabia que as barras de cereais, frutas e nuts chegaram ao Brasil em 1990 após serem descobertas por um navegador na Polinésia em 1985?

Recentemente falamos sobre a favorita do nosso público e seus principais benefícios aqui

Também existem barras com ingredientes que provavelmente você não consome no dia a dia.

Confira no artigo de hoje como a barra de nuts pode ser uma ótima opção na sua rotina!

A queridinha do momento: Barra de Nuts

Se busca um snack que contribua melhor para saciedade e mais nutritivo, a Nuts é a melhor escolha!

Barra de Cereal x Barra de Nuts

Engana-se quem pensa que são apenas nomes bonitinhos para a mesma coisa, a verdade é que são dois produtos completamente diferentes. Desde o valor nutricional, ingredientes e benefícios para a saúde.

As barras de cereais são geralmente feitas à base de flocos de arroz, aveia, flocos multicereais e frutas secas.

Já as barras de nuts são feitas a base de amendoins, amêndoas, frutas secas, castanhas e claro cereais como: flocos de arroz. Não existe melhor ou pior, isso varia conforme o seu objetivo!

Sabemos que as duas barrinhas são fontes de energia, uma proveniente de gorduras boas e a outra de carboidratos.

No entanto, a barra de nuts se tornou a queridinha por ter uma maior quantidade de gorduras boas, maior quantidade de fibras e proteínas.

Perfeita para quem pratica exercícios físicos, ela é recomendada para um pré treino, afinal são responsáveis por fornecerem energia para o nosso corpo e manter a disposição lá no alto.

Conheça seu novo snack favorito

As deliciosas barras de nuts da Kobber são feitas com pedaços inteiros de amêndoas e amendoins, cuidadosamente combinado com frutas.

Ótima opção para seu lanche diário, excelente fonte de fibras e baixo teor de sódio!

Amêndoas e Damasco

Amêndoas e Uva-passa

Amêndoas e Cranberry

Depois fala pra gente qual sabor mais curtiu!

Conte com a Kobber para nutrir o que te movimenta ao longo do dia!

Gostou das nossas dicas? Não esqueça de compartilhar esse conteúdo nas redes sociais!

Se preferir, inscreva-se na nossa newsletter e receba todos esses conteúdos, direto na sua caixa de e-mails.

X